Todo dia um 7x1 diferente

Foto por: Imprensa Playball 2020 terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Metralhas x Exalta

 O jogo começou morno no começo da partida, os times não se arriscavam, foram mantendo a posse de bola e se estudando. A primeira chance perigosa do jogo foi do Metralhas, que parou no travessão, mas ja no lance seguinte abriram o placar com o camisa 6 Gui. Seguiram na pressão em mais uma grande chance de Gui, mas o goleiro do Exalta apareceu para salvar. Não demorou muito, para sair o empate do Exalta, com Leo que arriscou um chute de longe e foi feliz, no canto e rasteiro, sem chances para o Goleiro Lucas. O jogo foi ficando quente e muito movimentado, com um golaço após grande triangulação do Exalta, veio a virada; Tudo começou com o 23 Billi que foi eleito o craque do jogo, quebrando a marcação com um toque de calcanhar, uma assistência do 13 Jairil que achou o camisa 19 Lucas Moura sozinho que marcou. Logo após grande defesa do goleiro do Exalta, o Metralhas seguiu pressionando em busca do empate, tiveram problemas pois o autor do gol o camisa 5 Lucas, foi expulso. E quase que eles ampliam com o camisa 11 Lucca, após cobrança de escanteio o atacante cabeceia na trave, no último lance da primeira etapa, partida bem disputada.

 A segunda etapa já começou com mais uma grande defesa do goleiro Heitor, uma defesa cara a cara com o atacante, ele salvou e foi garantindo o resultado até então, que apareceu novamente, desta vez com os pés, foi muito seguro até aqui debaixo das traves. E o exalta aumentou em cobrança de pênalti com o Moura camisa 8,com o jogo já se desenhando para o fim, saiu mais um do exalta, Os Metralhas demonstrava sinais de cansaço no final da partida e levaram mais um em outro contra golpr, puxado e executado pelo camisa 10 Matheus que junto com o 23 Billi, foram os melhores jogadores ofensivos do Exalta, que foi vencendo com sobras, 4x1! Não demorou muito para sair mais um do exalta e a goleada só aumentava, desta vez do grande destaque da partida o camisa 23 Billi, que teve participação em quase todos os gols. E eles não pararam por ai, com um golaço, em ligação direta do ataque da defesa para o ataque com um belo passe de trivela do camisa 37 Monteiro, ele Billi apareceu sozinho apenas para completar e empurrar para o fundo do gol, 6x1! Como se fosse pouco, o Exalta não contente não parava de sufocar seu adversário, e fizeram mais um, todo dia um 7x1 diferente, desta vez gol do camisa 13 Airil, no canto indefensável para o goleiro. O Metralhas demonstraram muito cansaço durante a segunda etapa, enquanto o Exalta sobrou, não esboçaram nenhuma reação para que possa diminuir a goleada, os jogadores estavam visivilmente abatidos, cansados e desanimados.